08.10.2018 | 07h16

A nova onda conservadora

Uma das vantagens que Jair Bolsonaro terá no segundo turno contra Fernando Haddad será o fato de que as urnas mostraram a força do voto conservador no Brasil. Em análise no Estadão, Marcelo de Moraes, editor do BR18, aponta este fator como um dos maiores trunfos do candidato do PSL. “Bolsonaro tem o apoio de líderes religiosos para tentar entrar mais fortemente na região e se fortalecer na base adversária”, escreve.


VOLTAR PARA O ESTADÃO