12.02.2019 | 17h40

A morte da Agência Brasileira de Museus

A Agência Brasileira de Museus, criada pelo governo Michel Temer logo após o incêndio que destruiu o Museu Nacional, está com os dias contados. O governo de Jair Bolsonaro não irá votar a Medida Provisória que deu origem ao órgão.

“O governo não tem mais interesse”, disse o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO). O motivo seriam as manifestações de servidores do sistema S e do próprio Sebrae, cujos recursos seria remanejados para a agência. Cerca de R$ 200 milhões, ou cerca de  6% da quantia atualmente fixadas para o sistema, seriam remanejados, segundo o Broadcast Político.


VOLTAR PARA O ESTADÃO