26.04.2018 | 08h10

A ‘miserabilidade’ de Barbosa

Estava todo mundo à espera de que Joaquim Barbosa dissesse o que pensa. E ele começou a soltar: é contra a visão ultraliberal na economia, acha que o Estado tem de prover o combate à desigualdade social e diz conhecer o “mecanismo”.

Mas outra coisa que chama a atenção em sua entrevista a Eduardo Kattah no Estadão é o palavrório rebuscado, mais adequado a votos no STF que ao palanque: ele fala em soluções “meramente livrescas” para a “grande miserabilidade” do País. Uma dica ao ex-ministro: talvez dizer apenas miséria seja mais compreensível ao grande público (e eleitorado). / V.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO