05.07.2018 | 08h19

A homenagem ao soldado morto por grupo de Dilma

O Comando Militar do Sudeste realiza nesta quinta-feira, 5, uma cerimônia inédita em homenagem ao soldado Mário Kozel Filho, morto há 50 anos em ação terrorista do grupo VPR — no qual atuava a ex-presidente Dilma Rousseff — contra o quartel-general do II Exército, em São Paulo.

A cerimônia, que deverá ser presidida pelo general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército, será realizada no 8º Batalhão da Polícia do Exército, no bairro do Ibirapuera, na zona sul da cidade. / José Fucs


VOLTAR PARA O ESTADÃO