05.11.2018 | 15h14

A força de Esperidião

Um dos nomes cotados para comandar o Senado no próximo ano, Esperidião Amin (PP-SC) está perto de reassumir espaço de protagonismo nacional. Como senador nos anos 90, Esperidião se tornou um dos principais articuladores políticos do Congresso. Essa força fez com que, inclusive, disputasse a Presidência da República, em 1994, quando FHC foi eleito.

Depois de se eleger governador catarinense, Esperidião teve uma sequência de derrotas locais, reduzindo seu espaço no cenário nacional. Agora, aos 70 anos, depois de dois mandatos seguidos como deputado federal, volta fortalecido ao Senado. E poderá ter o voto do grupo de Jair Bolsonaro, a quem apoiou durante a disputa, para comandar a Casa. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Esperidião Amin
VOLTAR PARA O ESTADÃO