03.08.2018 | 15h49

A ferida profunda que o PT causou no PDT

O isolamento de Ciro Gomes (PDT) na disputa presidencial foi um movimento calculado por Lula e pela cúpula do PT. Mas as feridas causadas com a manobra vão demorar a serem superadas. Afinal, os dirigentes do PDT sempre avaliaram que as chances de Ciro e a esquerda chegarem ao Planalto eram muito boas. E não aceitam o fato de o PT ter liderado o processo.

“A construção do País que sonhamos não pode mais uma vez ser objeto de golpes, principalmente por parte de quem bem sabe o que é ser vítima deles”, diz o vice-presidente nacional do PDT e líder da bancada na Câmara, André Figueiredo (CE). /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Ciro GomesAndré Figueiredo
VOLTAR PARA O ESTADÃO