17.08.2018 | 19h49

A estratégia do PT é óbvia

Com Lula preso e impedido de disputar a eleição pela Lei da Ficha Limpa, seus aliados têm adotado a estratégia de divulgar ações e recursos diariamente contra sua condenação para não tirar o ex-presidente da mira dos holofotes.

A estratégia dos petistas é óbvia. Falarão de Lula a cada minuto para impedir que ele seja esquecido. Mesmo que a recomendação do Comitê de Direitos Humanos da ONU a favor do petista tenha efeito prático zero, o PT conseguiu usar a história para manter seu nome em evidência num dia em que, provavelmente, seria novamente ignorado no debate entre os candidatos à Presidência na Rede TV. Tolo é quem não enxerga a estratégia. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Lula inelegíveldebate na Rede TV
VOLTAR PARA O ESTADÃO