24.02.2019 | 18h03

A ‘estratégia’ de Paulo Preto contra o bloqueio de bens

Apontado pela Justiça como operador do PSDB, Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, teria criado uma empresa para absorver seu patrimônio e assim escapar do confisco de bens, segundo reportagem da Folha deste domingo, 24.  Essa “estratégia”, segundo a investigação, atrapalhou, por exemplo a ordem da juíza Gabriela Hardt de bloquear R$ 100 milhões dele. O Banco Central encontrou apenas R$ 396,75. Ele fundou a P3T Empreendimentos no final de 2014, justamente o ano em que foi deflagrada a Operação Lava Jato.


Mais conteúdo sobre:

paulo pretoPSDB
VOLTAR PARA O ESTADÃO