16.08.2018 | 13h00

A estratégia de derrota de Lula

“É preso, derrotado dia após dia nos tribunais, que Lula mantém vivo o discurso de que é vítima de uma caçada judicial”, escreve Daniela Lima na Folha. A jornalista analisa que o petista tem consciência da chance praticamente nula de se manter na disputa eleitoral de 2018 e ser solto ainda este ano, no entanto, não vai desistir das batalhas perdidas.

Com o apoio de milhares e a preferência dos eleitores, Lula quer “criar uma narrativa capaz de ungir o nascimento de sua nova persona —hoje inseminada em Fernando Haddad. Calcula que deve perder agora para abrir margem a uma vitória em outubro.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO