04.04.2018 | 15h36

A estocada em Barroso

“Em matéria criminal não dá para julgar segundo o sentimento da rua. Não dá. Nazistas já faziam assim”, disse o ministro Gilmar Mendes, sem citar o colega Luís Roberto Barroso, que dissera que o Supremo deve escutar o “sentimento social”.


Mais conteúdo sobre:

gilmar mendesLuís Roberto Barroso
VOLTAR PARA O ESTADÃO