26.08.2018 | 10h35

A espingarda da jovem Marina

A internet não deixa os candidatos esquecerem o que falaram em verões passados. Com Marina Silva tentando escalar sobre o discurso pró-armamentista de Jair Bolsonaro (criticando especialmente quando o candidato ensina crianças a fazer o gesto de um revólver com a mão), uma antiga entrevista da candidata do Rede para a revista Marie Claire ressurgiu. Nela, Marina diz que nunca sofreu violência sexual quando criança porque “tinha uma espingarda”. Confira o trecho:

“Nunca (sofri violência sexual). Quando éramos crianças, tínhamos uma espingarda. Eu e minhas irmãs a levávamos para cortar a seringa. Só uma delas sabia atirar e a gente se dividia na estrada para fazer o serviço mais rápido. Ou seja… não adiantava muita coisa. Mas havia esse medo porque éramos ali talvez as únicas mulheres que cortavam seringa”.


VOLTAR PARA O ESTADÃO