03.09.2018 | 14h27

A escala de liberalismo dos candidatos

O economista Pedro Fernando Nery, analista legislativo do Senado e uma das referências nacionais em estudos da Previdência, produziu para a Folha uma “escala de liberalismo” dos candidatos a presidente a partir das propostas apresentadas em seus programas de governo. O estudo separa os candidatos em mais ou menos liberais, num eixo horizontal, e mais ou menos favoráveis à presença do Estado para reduzir a desigualdade social, num eixo vertical.

Os extremos em termos de liberalismo nas propostas são ocupados por João Goulart Filho (PPL), à esquerda (menos liberal), e João Amoêdo (Novo), à direita, portanto mais liberal. Confira a posição do seu candidato aqui.

 


VOLTAR PARA O ESTADÃO