17.09.2018 | 08h04

A direita de massas

O fenômeno Jair Bolsonaro reflete o surgimento, a partir de 2013, de um inédito movimento de “direita popular”, ou de massas, que surgiu como um dos efeitos colaterais das marchas de 2013 e se espraiou para várias camadas da sociedade. É o que defende Vinicius Mota em sua coluna na Folha.

“O avanço do bolsonarismo se deve à sintonia com o novo direitismo, ora popular. Sem decifrar a insatisfação dessa vasta camada de brasileiros e sem falar respeitosa e diretamente com ela, não se combate Bolsonaro”, escreve.


VOLTAR PARA O ESTADÃO