10.08.2018 | 07h48

A diáspora lulista

O PT teme a dispersão do eleitorado lulista se o TSE negar, como é provável, o registro da candidatura do ex-presidente no próximo dia 17.

Em sua coluna na Folha, Bruno Boghossian analisa o dilema do partido. “Mais de 60% dos eleitores de Luladizem que votariam no candidato apoiado por ele, mas os petistas sabem que a transferência não é automática. Não será fácil preservar essa influência nos 58 longos dias que nos separam do primeiro turno.”


VOLTAR PARA O ESTADÃO