15.09.2018 | 18h00

A destruição das ‘verdades eleitorais’

A campanha presidencial deste ano poderá sepultar de vez algumas “verdades eleitorais”. A maior delas: candidato sem tempo de televisão não tem chance. Jair Bolsonaro tem poucos segundos a sua disposição e, a pouco mais de três semanas da eleição, está disparado em primeiro lugar.

Outra lenda que cai: uma grande aliança partidária garante fortes palanques regionais. Geraldo Alckmin integra uma coligação formada por nove partidos e quase não tem apoiadores no Nordeste, por exemplo. /M.M.


Mais conteúdo sobre:

Geraldo Alckmin Jair Bolsonaro
VOLTAR PARA O ESTADÃO