29.05.2018 | 17h26

A demissão dos assessores de Lula

O governo demitiu seis assessores de Lula, entre seguranças, assessores pessoais e motoristas, cujos salários alcançavam até R$ 13 mil. O desligamento dos servidores foi publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira, 25, de acordo com informação do UOL, e atende determinação do juiz Haroldo Nader, da 6ª Vara Federal de Campinas (interior de São Paulo).

Em despacho feito há uma semana, Nader ordenou a imediata retirada de todos os benefícios a que Lula tinha direito como ex-presidente, em razão de sua prisão, atendendo a a um pedido do advogado Rubens Gatti Nunes, coordenador nacional do MBL. / J.F.

 

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO