21.11.2018 | 10h47

A conversão do MBL em partido

Com uma bancada de quatro deputados e de dois senadores eleitos por diferentes legendas, o MBL poderá deixar de ser movimento independente e virar partido político, de acordo com reportagem da Folha.

Segundo Kim Kataguiri, o deputado federal eleito um dos coordenadores do MBL, a alternativa mais viável seria adotar “uma legenda que já exista, mas tenha morrido por causa da cláusula de barreira”. A última opção seria criar um novo partido, mas não está totalmente descartada por ora. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO