18.11.2018 | 13h04

Globalização ou globalismo?

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Jair Bolsonaro, usou seu perfil no Twitter para contestar a “confusão” feita por muitos analistas entre “globalização” e “globalismo”, com o objetivo, segundo ele, de explorar um suposto antagonismo entre os futuros ministros Paulo Guedes, da Economia, defensor da globalização, e Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, crítico do globalismo.

“A globalização consiste no fluxo global e espontâneo dos agentes econômicos, que não só não necessita da interferências dos burocratas como é prejudicado por elas”, diz o texto anexado no post por Eduardo, de autoria do analista político Filipe G. Martins, que teria sugerido o nome de Araújo para comandar o Itamaraty. “Globalismo é a ideologia que preconiza a construção de um aparato burocrático — de alcance global, centralizador e pouco transparente — capaz de controlar, gerir e guiar os fluxos espontâneos da globalização de acordo com certos projetos de poder.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO