13.07.2018 | 14h02

A confusão da ex-conselheira de Freixo no Novo (2)

A confusão gerada pela escolha da economista Eduarda La Rocque para coordenar a elaboração do plano de governo de Marcelo Trindade, pré-candidato do Novo ao Palácio Guanabara, deixou fissuras no partido. Além de ter incomodado muitos filiados e simpatizantes, pela falta de aderência de suas ideias às propostas da legenda,  houve também quem se solidarizou com Eduarda.


A consultora Carmem Migueles, pré-candidata a vice de Trindade, que já havia gerado muita controvérsia como postulante do Novo à Prefeitura do Rio em 2016, pelos mesmos motivos de Eduarda, ameaçou até deixar a campanha em mensagem publicada em sua página no Facebook. “Hoje a minha vontade é sair”, afirmou. “Infelizmente, não sei se tenho forças para lutar contra a intolerância, a falta de paciência, a incapacidade de entender o que está acontecendo.” (Leia a primeira parte da nota aqui.) / José Fucs

Prezados, compartilho aqui, após pedidos de vários daqueles que nos seguem nas redes sociais, a minha visão sobre o…

Publicado por Carmen Migueles em Terça-feira, 10 de julho de 2018

VOLTAR PARA O ESTADÃO