26.11.2018 | 07h36

A ‘coerência’ de Bolsonaro

Em artigo publicado no Estadão nesta segunda-feira, 26, o professor de filosofia Denis Lerrer Rosenfield diz que o governo Bolsonaro começa sob a égide do novo, não apenas pela forma diferente de exercício do poder, fundamentada no exercício da autoridade, mas também pela recuperação das ideias de direita, seja em sua vertente liberal ou conservadora.

Segundo Rosenfield, isso pode ser observado na influência do núcleo militar do novo governo, na compromisso com a luta contra a corrupção, na política econômica que se desenha, na negociação com o Congresso por meio de  frentes  parlamentares e não de partidos e na escolha dos ministros. Para ele, “o novo governo está se organizando de forma coerente, fiel a suas ideias eleitorais, numa síntese de valores conservadores e liberais, democracia e exercício da autoridade”. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO