13.10.2018 | 14h03

A ciência de cada um

A proposta de Jair Bolsonaro para a área de ciência e tecnologia prevê aumentar a participação do setor privado no financiamento de pesquisas e também a dotação orçamentária, priorizando projetos aplicados a áreas definidas como estratégicas pelo governo.

Na proposta de Fernando Hadadd, o ministério da área, que foi fundido ao das comunicações, voltaria a ser dividido, aumentando o número de pastas. A proposta é, ainda, elevar para 2% do PIB até 2030 os gastos com a área. Veja reportagem do Estadão com os detalhes das propostas de ambos para a ciência.


VOLTAR PARA O ESTADÃO