10.01.2019 | 16h29

A bem-vinda prudência de Cintra

A equipe econômica sabe que terá pela frente o desafio de apresentar uma boa proposta de reforma da Previdência e que o governo precisará de muito trabalho para vê-la aprovada no Congresso. E o secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, mostra que a equipe econômica decidiu fazer foco na sua proposta prioritária em vez de correr o risco de tentar abraçar o mundo e não aprovar nada.

Em entrevista ao repórter Eduardo Rodrigues, do Broadcast, Cintra descartou que o governo vá se preocupar, neste momento, também com a possível redução de alíquotas do Imposto de Renda, embora admita mexer com isso mais para frente.  “A reforma do Imposto de Renda está na nossa pauta, mas não é uma prioridade imediata. A prioridade para o governo é a aprovação da reforma da Previdência. Com isso, temos mais tempo para elaborar um projeto de reforma não só do IR, mas do sistema tributário como um todo”, disse Cintra ao Broadcast.


VOLTAR PARA O ESTADÃO