26.09.2018 | 19h39

A bandeira do antipetismo com Alvaro Dias

Se o presidenciável Geraldo Alckmin, do PSDB, pretendia representar o antipetismo no debate do SBT nesta quarta-feira, 26, ficou devendo. Na ausência de Jair Bolsonaro, do PSL, quem acabou explorando de forma mais contundente o sentimento de rejeição ao PT foi o senador Alvaro Dias, candidato à Presidência pelo Podemos.

Sem meias palavras, Dias falou que quer impedir a volta da “organização criminosa” ao poder, criticou “a mentira e a ficção” propagadas pelo PT e lembrou do “rastro de sangue” deixado pelos assassinatos em série de figuras ligadas ao partido. De quebra ainda fechou sua participação mencionando os “áudios de autoridades para impedir elucidação de crimes”. Dias, provavelmente, não irá muito além dos 2% ou 3% que tem nas pesquisas. Mas mostrou que não se encolhe na hora de botar o dedo na ferida dos petistas. / José Fucs


VOLTAR PARA O ESTADÃO