07.10.2018 | 09h52

‘A ascensão de Bolsonaro era previsível’

O cientista político Diogo Costa, responsável pelo programa de governo de João Amoêdo, do Novo, recorreu a um tuíte de Brian Winter, editor-chefe da Americas Quarterly, uma revista americana de política, negócios e cultura,  para sintetizar o atual momento político vivido pelo País. “Frequentemente, a perspectiva dos estrangeiros é a mais clara”, justificou.


“A ascensão de Jair Bolsonaro era previsível”, afirmou o analista. “Os brasileiros estão clamando por ‘lei e ordem’ há anos, mas seus líderes democráticos praticamente os ignoraram. Eu comecei a escrever sobre isso em novembro de 2015, depois de ser pego num tiroteio fatal na Amazônia.” / J.F.

 

 

VOLTAR PARA O ESTADÃO