01.04.2018 | 07h44

A ação do Exército nas eleições

Nos últimos 25 anos, o aumento das ameaças às eleições no País fez triplicar o uso de tropas federais para garantir as votações e as apurações, informa o repórter Marcelo Godoy, no Estadão deste domingo, 1º de abril. Desde 1992, foram 29 ações, 14 delas abrangendo todo o País, segundo dados do Ministério da Defesa, do Comando de Operações Terrestres (Coter) do Exército e da Marinha.

Especialistas e integrantes dos órgãos de segurança veem nos extremismos causados pela polarização política uma nova ameaça no período eleitoral. “Essa polarização é inédita em nossa história. E o ex-presidente Lula é um catalisador dessa polarização”, afirma o procurador de Justiça Márcio Sérgio Christino. “A presença de tropas federais é importante por seu caráter dissuasório.” / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO