02.02.2019 | 15h58

‘Toffoli interferiu indevidamente no Senado’

A decisão monocrática do presidente do STF, Dias Toffoli, de determinar que a votação no Senado seja secreta, foi vista com preocupação por interlocutores do presidente Jair Bolsonaro. Para assessores, Toffoli interferiu indevidamente no Senado mesmo havendo entendimentos anteriores de que ingerências sobre assuntos internos de outro poder não poderiam ocorrer.

Seja qual for o resultado, a avaliação dos interlocutores de Bolsonaro é que a situação “fugiu do controle” e poderá trazer “sequelas” ao governo em votações importantes, como a reforma da Previdência, segundo o Broadcast Político.


VOLTAR PARA O ESTADÃO