28.10.2018 | 12h41

Primeiro ato de governo

“Confirmada a vitória, o primeiro desafio para o presidente eleito será reconhecer os fatos e repensar seu plano de governo e suas promessas. Sem isso, o choque de realidade poderá ser devastador. Os caminhos indicados pelos dois candidatos estão cheios de minas, algumas com alto poder explosivo”, escreveu Rolf Kuntz no Estadão.

O colunista escreve que neste momento, o País não precisa de um imitador de Trump ou de uma encarnação mediúnica de Lula. Ter ciência disso será um bom começo para o próximo presidente eleito, seja quem for.


VOLTAR PARA O ESTADÃO