05.10.2018 | 12h21

Eleição incomum?

Na avaliação do colunista Paulo Celso Pereira, mesmo com todos os ataques sofridos por Jair Bolsonaro (PSL) no debate desta última quinta-feira, 4, na TV Globo, é difícil acreditar que o eleitorado disposto a votar no deputado seja atingido e mude o voto. Talvez em outro contexto.

Para o colunista, Fernando Haddad (PT) fez uma opção difícil de entender: reforçou a agenda da esquerda. “Ciro Gomes lutou o quanto pode para convencer o telespectador de que ele pode evitar a disputa final entre Haddad e Bolsonaro”, enquanto “Geraldo Alckmin e Marina Silva pareciam ter entregue os pontos”, segundo Pereira no Globo.


VOLTAR PARA O ESTADÃO