14.09.2018 | 10h58

Hitler, Lula e Bolsonaro

“O mais minucioso biógrafo de Hitler, o alemão Joachim Fest, lembra que a aceitação das absurdas ideias nazistas só ocorreu porque a Alemanha ‘era um país profundamente exasperado’ e ‘sem rumo’. O Brasil de 2018 é, também, um país exasperado e sem rumo. A corrupção gerada no conluio entre governantes e grandes empresários desacreditou a política e reduziu os políticos a cinza inservível”, escreveu Flávio Tavares no Estadão.

O articulista aponta semelhanças entre a Alemanha de Hitler e o Brasil dividido entre bolsonaristas e lulistas. Também aponta similaridades entre os devaneios e desequilíbrios dos três personagens.


VOLTAR PARA O ESTADÃO