01.10.2018 | 06h46

36 decisões urgentes

O futuro presidente terá de tomar 36 decisões importantes para a área orçamentária nos cem primeiros dias de governo. O mapeamento da situação, que é grave, foi feito pelo Ministério do Planejamento como parte dos estudos para a transição e será divulgado nesta segunda-feira, informa o Estadão. As medidas sugeridas pelo atual governo são polêmicas, como o endurecimento das regras do seguro-desemprego, a reformulação do Simples e a revisão dos critérios que definem o piso do magistério.


VOLTAR PARA O ESTADÃO