27.03.2018 | 06h54

O ‘corretivo’ de Lula

Soou estranho, até como provocação, que Lula tenha escolhido o Sul como palco de sua atual caravana bem no momento em que o TRF-4 decidiria seu recurso. Se a intenção foi elevar a pressão sobre a corte, Eliane Cantanhêde diz em sua coluna no Estadão que saiu pela culatra: ele foi recebido a pedradas e chuva de ovos, e partiu para a radicalização ao defender que a polícia desse “corretivo” nos manifestantes.

“Os petistas e seus satélites nunca jogaram ovo em ninguém? Nunca atiraram pedra em protestos contra adversários? E Lula nunca ameaçou convocar o “exército do Stédile”, referindo-se a João Pedro Stédile, do MST? Então, é aquela velha história: pimenta nos olhos dos outros…”, escreve a colunista.


Mais conteúdo sobre:

LulaEleições 2018caravana pelo sul
VOLTAR PARA O ESTADÃO