17.05.2018 | 15h26

O ‘rosário de frases feitas’ das esquerdas

Em artigo sobre Marx e o marxismo publicado nesta quinta-feira, 17, no Estadão, o sociólogo Zander Navarro destaca dois aspectos que o decepcionaram em sua convivência com as esquerdas no Brasil: a insistência dos marxistas em apregoar a inevitável ruptura do capitalismo, com repetidas loas a  uma “crise iminente” que nunca chega, e a percepção de que a maioria dos marxistas lê pouco e apenas repete “um monocórdio rosário de frases feiras”.

“Marx e o marxismo (…) deixaram de ser a arquitetura possível de uma nova sociedade. As esquerdas, em geral, não souberam manter aberto esse roteiro histórico”, diz Navarro. / J.F.


VOLTAR PARA O ESTADÃO