12.06.2018 | 08h57

O custo da criminalidade

Perda de capacidade produtiva, redução na força de trabalho, processos judiciais, serviços médicos. Os custos da criminalidade no País são altos e não param de crescer. Entre 1996 e 2015, foram de R$ 113 bilhões para R$ 285 bilhões, informa o relatório “Custos Econômicos da Criminalidade no Brasil”, divulgado pela Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos, da Presidência da República.

Apesar do aumento de gastos, o retorno social é considerado “limitado”. O número de homicídios no País também cresceu, de 35 mil para 54 mil.


Mais conteúdo sobre:

criminalidadesegurança pública
VOLTAR PARA O ESTADÃO