12.07.2018 | 11h13

Freixo: ‘Nem todo impeachment é golpe’

Em campanha para aprovar o impeachment do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol) mostrou que o ponto de vista dos partidos de esquerda pode ser bem elástico quando seu interesse está em jogo.

Depois que seu partido passou os últimos dois anos contestando o impeachment de Dilma Rousseff e chamando de golpistas Michel Temer e aqueles que apoiaram a medida, Freixo usou as redes sociais para dizer que o caso de Crivella é diferente.

“Não é a hora de ficar em cima do muro. Nem todo impeachment é golpe. Crivella foi eleito democraticamente, mas agora cometeu crime de responsabilidade e improbidade administrativa”, disse. /M.M.


VOLTAR PARA O ESTADÃO