14.06.2018 | 07h16

Desânimo na bola e na urna

O desânimo com a Copa, verificado inclusive em pesquisas, espelha o desânimo do brasileiro com a política. É o que escreve William Waack, em sua coluna no Estadão.

“A diferença são as consequências. O desinteresse pelo mundial traz só nostalgia. Desinteresse pela política é fatal”, conclui.


VOLTAR PARA O ESTADÃO