José Fucs, Vera Magalhães, Marcelo de Moraes, Alexandra Martins e Luiza Pollo

 

Marcelo de Moraes

É carioca, mas mora há 25 anos em Brasília. Trabalha no Estadão desde 2004, onde foi diretor da sucursal de Brasília, editor-executivo e colunista, entre outros cargos. Atuou também em alguns dos principais veículos de comunicação do País, como O Globo, Jornal do Brasil, Valor Econômico, Veja, Correio Braziliense, por exemplo. Essa será a sua 14.ª cobertura eleitoral, sendo a sétima para presidente. Só consegue deixar um pouquinho de lado o noticiário político para ver um bom show de rock ou para torcer pelo Flamengo.

 Vera Magalhães

É paulistana, formada em jornalismo pela ECA-USP e jornalista de política (com pitadas de economia) desde 1993. Começou no Diário do Grande ABC, atuou 14 anos na Folha de S.Paulo, onde foi editora de política e da coluna Painel, e foi editora-executiva de Veja, onde comandou o Radar. Atualmente é colunista do Estadão e comentarista da rádio Jovem Pan. Nas horas vagas é são-paulina, roqueira, viciada em séries (e novelas) e corredora.

José Fucs

É paulistano quase sessentão, são-paulino desde criancinha e jornalista há 35 anos. Repórter especial do Estadão, produziu a série de reportagens A Reconstrução do Brasil, depois reunida em livro, que abordou os principais desafios do País após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Foi editor de Economia e repórter especial da Época de 2006 a 2016, editor-chefe da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios e diretor de redação da revista Meu Dinheiro, da Editora Abril, descontinuada em 2002. Trabalhou também dez anos na Exame, como editor-assistente, editor de Finanças e editor executivo. Em sua primeira passagem pelo Estadão, no final dos anos 1980, participou da equipe que criou o caderno Economia & Negócios. Antes, foi repórter da Gazeta Mercantil e da Folha de S.Paulo.

Também integram a equipe

Alexandra Martins

De Belo Horizonte, trabalhou como redatora da editoria de Política do Estadão nos últimos quatro anos. Foi observadora internacional das eleições de Honduras em 2010. Em Minas, atuou como repórter de Cultura e redatora de Mundo no jornal O Tempo, e assessora de imprensa do governo de Minas para a Copa de 2014. Em São Paulo, foi repórter na revista Veja e produtora no Canal Brasil. Na Espanha, no jornal El Diario Vasco.

Curitibana, repórter do Estadão há dois anos, trabalhou na Coluna do Estadão, no caderno .Edu e no portal E+. Cobriu as olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro e de 2018 em PyeongChang, na Coreia do Sul. Foi estagiária da Euronews em Lyon, na França, produzindo conteúdo em inglês, francês e português.

Gustavo Zucchi

Paulistano, nascido e criado na capital. Formado em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo é colaborador do Estadão desde 2011 tendo passado por editorias como Acervo Estadão, Esportes e Política. Foi repórter da Coluna do Estadão entre 2016 e 2017. É co-autor do livro “1950 – O Preço de Uma Copa”, que fala sobre os gastos públicos no primeiro mundial no Brasil.